24/04/2019      Métricas de Software

Pontos de função: quando realmente devo usar?


A técnica de medir o software por pontos de função é amplamente usada por oferecer uma grande vantagem para as empresas: ela é uma medição objetiva das funcionalidades do software, feita para que seja possível obter uma perspectiva sob o ponto de vista dos usuários.

Assim, a técnica de pontos de função leva em consideração as necessidades do cliente do software em relação ao esforço envolvido pelo time no desenvolvimento.

Os pontos de função operam como indicadores para verificar a aplicação do software a partir de medidas previamente traçadas, gerando insights sobre qualidade, investimento e, especialmente, o tamanho do software em suas principais funções.

 

Como funciona a análise por pontos de função?

Serão definidos pontos de análise para a funcionalidade do software. Esses pontos serão analisados de acordo com um padrão previamente definido. Os pontos abrangem atividades relacionadas ao desenvolvimento do software, como construção, codificação e testes para solução de bugs.

A análise pode ser dividida em três tipos distintos:

 

  • Desenvolvimento: análise do processo de desenvolvimento do software, contabilizando todas as atividades do ciclo.
  • Melhoria: métrica com intuito de analisar o processo de melhoria de um software. assim, serão considerados os pontos a serem modificados ou melhorados no processo.
  • Aplicação: apuração das funcionalidades de um software já desenvolvido.

 

Assim, os pontos de função são medidas independentes da linguagem utilizada para construir o software, como são os m² que calculam o tamanho de uma casa sem considerar o número de tijolos utilizados.

 

Quando usar pontos de função?

Para calcular a produtividade do desenvolvimento

A análise comparativa dos pontos de função pode gerar insights que, quando utilizados para verificar a eficácia do time, permitem grandes melhorias nos métodos de trabalho.

Os dados são gerados a partir da relação entre esforço para produção do software e tamanho final do produto. Por isso, a comparação desses termos objetivos oferece um caminho para identificação da velocidade do processo.

Para estimar o orçamento do software

A dificuldade de saber quanto cobrar pelo desenvolvimento de um software pode ser um grande problema por ocasionar equipes desanimadas, programas de baixa qualidade e baixa autoestima na empresa.

Com os pontos de função é possível definir o tamanho do software em suas funcionalidades. Com valores previamente definidos para cada funcionalidade, ficará mais fácil para o gestor descobrir quanto cobrar pelo produto final.

O cálculo será feito a partir de uma razão entre o esforço envolvido para conceber ou atualizar o software, e a maneira como o produto resolve demandas dos clientes, normalmente propostas em um documento inicial do negócio.

 

Quando não usar os pontos de função?

Como todas as métricas, os pontos de função não são insights em si. Ou seja, são indicadores que exigem a análise posterior para a aplicação do conhecimento.

Assim, os PF não servem para verificar a satisfação do cliente com o software e tampouco para demonstrar o comportamento do usuário com o programa.

A métrica por pontos de função é complexa e envolve vários cálculos que não cabem neste artigo sucinto. Mesmo assim, esperamos ter esclarecido um pouco sobre a utilidade dessas métricas!

Se você se interessa conhecer mais sobre pontos de função, converse com a gente! A Metriccs está disposta a informar e oferecer as melhores soluções de métricas de desenvolvimento de software!

Comentários