13/08/2016      Métricas de Software

Por que Análise de Pontos de Função?


A APF(Análise de Pontos de Função) foi apresentada pela primeira vez em 1979 por Allan Albrecht na época em que trabalhava na IBM através do artigo Measuring Application Development Productivity. Albrecht criou o conceito de que a mensuração do tamanho de software deveria levar em conta não apenas linhas de código escritas, como era aplicado na época, mas que deveria representar o tamanho a nível de funções de negócio na qual o usuário necessitava. As contagens de pontos de função devem considerar os requisitos de negócio fazendo com que mesmo as mudanças significativas de tecnologias durante as evoluções dos softwares não afetem o que foi medido inicialmente. Para entendermos melhor o que é APF, é importante entender que trata-se de uma metodologia independente de linguagem ou de tecnologia usada para desenvolver o software. A APF tem como objetivo medir o tamanho das funcionalidades a serem implementadas considerando o ponto de vista dos usuários. O modelo reconhecido pela governo e mercado de software para APF é o Manual de Práticas de Contagem de Pontos de Função (CPM - Counting Practices Manual) mantido pelo IFPUG - International Function Point Users Group. Os objetivos principais da APF segundo o CPM são: Medir funcionalidades de desenvolvimento de um novo projeto para estimar tamanho e custo de produção; Medir manutenção e ajustes no software já desenvolvido para acompanhar as mudanças cujo o sistema sofreu ao longo de sua vida; Medir novas aplicações ao software já em funcionamento para que seja possível comparar as evoluções do sistema. O Ministério do Planejamento, por meio da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação - SLTI, publicou em 2 de janeiro de 2011 a Instrução Normativa 04 (IN04/2010), com a aprovação desta normativa, órgãos públicos federais passaram a contratar aquisições de serviço de software através de pontos de função. a repentina mudança de regra trouxe a aparição de um grande desafio: implantar a técnica de APF na fábrica de software, projetos a serem designados à terceiros. Por se tratar de uma técnica pouco difundida no mercado de desenvolvimento de software, a maioria das empresas não dispõem de profissionais qualificados, fato que dificulta a real aplicação das técnicas de APF trazendo benefício para ambos os lados, tanto das empresas quanto para o Governo.

Comentários